Amazonense compra iPhone 4S em site da Apple e recebe pedra

Príncipe saudita quer construir á torre mais alta do mundo

Facebook e Twitter criando uma geração vaidosa e obcecada por atenção

Pesquisa revela que metade dos homens terminaria com mulheres

Homem cria aparelho para falar com a filha morta



O americano Gary Galka, de 57 anos, perdeu a sua filha, de 17, num acidente de trânsito em 2004. Alguns meses depois, Gary, que é engenheiro elétrico, criou um "walkie-talkie" onde segundo ele é possível a comunicação com os mortos.

Situações estranhas estavam acontecendo em sua casa após a morte da filha: a campainha tocava sem ninguém apertar, canais de televisão eram alterados e as luzes da casa acendiam e apagavam o tempo todo. Com estes acontecimentos, o americano pensou que a filha queria entrar em contato com ele e foi daí que surgiu a ideia do dispositivo, que foi capaz de contactá-la.

Num programa de TV chamado "Ghost Adventures", do canal americano Travel Channel, Gary disse que sua filha entrou em contato através do "walkie-talkie" dizendo: "Oi papai. Eu te amo".

Gary Galka nunca chegou a vê-la, mas sua filha mais nova revelou que em três oportunidades viu a irmã. Além dela, outros membros da família também já a viram.

O americano abriu uma empresa na qual vende sua criação. Gary Galka já vendeu milhares de dispositivos, que variam entre US$ 79 e US$ 350.

5 comentários:

Linkicha - O agregador bicha disse...

Linkicha - Ótimos links para aliviar o seu tédio: www.linkicha.com.br

21 de maio de 2012 21:25
Anônimo disse...

ele fala com demonios que se passam pela filha dele

22 de maio de 2012 12:26
Anônimo disse...

sounds like....charlatanice !!!

22 de maio de 2012 14:51
Anônimo disse...

tem q entender q um pai prefere morrer do q perder um filho, eu acho q como deus tem poder deve ter ajudado a filha dele a conversar um pouco com ele.

22 de maio de 2012 15:22
laranja disse...

loucura

22 de maio de 2012 17:27

Postar um comentário

 

Copyright 2011 Todos os Direitos Reservados. INFO BLOGANDO